Vitamina B6 ou Piridoxina

A vitamina B6, também conhecida como piridoxina, desempenha um papel essencial no equilíbrio do organismo e no estado de saúde individual.  Está envolvida no processo de respiração celular e no metabolismo de proteínas, sua absorção realiza-se no intestino delgado, e não é completamente excretada junto com a urina como as outras vitaminas do complexo B, permanecendo retida especialmente nos músculos.Os benefícios desta vitamina do complexo B incluem actividades como estimulação  da actividade enzimática, possui papel importante no bom funcionamento do sistema nervoso, ajuda a fortalecer o sistema imunológico e também auxilia na manutenção dos níveis de glicose no sangue.

Acção

A principal função metabólica da vitamina B6 é como coenzima. Que realiza um papel importante no metabolismo das proteínas, hidratos de carbono e lípidos; nas suas principais funções temos: a produção de epinefrina, serotonina e outros neurotransmissores; a formação do ácido nicotínico da vitamina; a decomposição do glicogénio; o metabolismo dos aminoácidos.

A piridoxina é também uma vitamina que ajuda na degradação da homocisteína, uma substância que, em excesso na circulação sanguínea, pode causar doenças cardiovasculares.

Certas vitaminas do complexo B (niacina-vit.B3), riboflavina-vit. B2, biotina) podem actuar em sinergia com a piridoxina. A niacina e a riboflavina são necessárias para a interconversão das diferentes formas de vitamina B6.

Principais alimentos

A disponibilidade de vitamina B6 é maior em alimentos como grãos integrais, cereais, feijões verdes, nozes e gérmen de trigo. Além disso, inclui-se ainda o peixe, ovos, fígado e outros tipos de carnes para assegurar uma boa quantidade desta vitamina. Outras boas fontes de vitamina B6 são bananas, couve-flor, repolho, soja, cenoura e espinafre.

vitamina-b6-piridoxina

Défice de vitamina B6

Os sintomas de deficiência de vitamina B6 no organismo pode provocar vómitos, fraqueza, perda de apetite, aparecimento de pele seca, perda de cabelo, o aparecimento de fissuras em torno dos lábios e insónia. Além de tudo isso pode-se também experimentar confusão mental, depressão, dores de cabeça e irritabilidade.

Sua deficiência não é comum, e geralmente está relacionada com uma dieta de baixa qualidade. No entanto existem também medicamentos que podem diminuir a concentração plasmática da vitamina B6, que também pode se encontrar diminuída em, mulheres grávidas que apresentam pré-eclâmpsia ou eclâmpsia (hipertensão específica da gravidez) ou em grandes consumidores de bebidas alcoólicas. 

Principais benefícios

A actividade coenzimática da piridoxina é fundamental para um bom funcionamento do organismo. vitaminB6Uma vez que, esta estreita associação entre a vitamina B6 e enzimas ajuda no bom funcionamento do sistema nervoso, na construção de imunidade e no alívio de problemas como artrite.

O seu beneficio no sistema imunitário reflete-se na sua ajuda a suportar um certo numero de infecções, através do seu papel a nível de renovação.

A vitamina B6 desempenha um papel significativo na síndrome pré-menstrual. A Piridoxina é diminuída na sua actividade durante este período, levando ao mau humor e perda da libido. Nesta situação, a ingestão de uma dieta rica em vitamina B6 é a solução mais eficaz.

Acção preventiva

A vitamina B6 é responsável para o tratamento de um grande número de distúrbios emocionais. A deficiência desta vitamina pode afectar a formação de hormonas e causar o seu desequilíbrio funcional, o que acaba por conduzir a perturbações emocionais. Assim, uma ingestão regular de piridoxina é necessária controlar estas hormonas e tratar distúrbios emocionais.

Uma das ajudas mais significativas de vitamina B6 é a promoção e manutenção que do bom estado da pele humana. Ela ajuda no tratamento de uma série de problemas da pele, incluindo eczema, caspa, acne, perda de cabelo, e a pele seca. Mais do que isso, ajuda no tratamento de doenças graves de pele como o melanoma e psoríase.

Benéfica ainda em doenças e distúrbios renais e cardíacos: A vitamina B6 ajuda a controlar o nível de gordura que é depositada à volta do coração humano e, assim, protege contra uma série de doenças cardíacas. Para além disto, a vitamina B6 também ajuda a limitar a formação de pedra nos rins. 

Além dos mencionados acima, vitamina B6 também é útil no tratamento de outros problemas como a síndrome do túnel do carpo, esclerose múltipla, anemia, artrite e influenza. Ela também ajuda no tratamento de problemas como náuseas, infertilidade e outras questões que se tornam mais proeminente durante a gravidez.

Dose Diária Recomendada (DDR)

A ingestão diária recomendada da vitamina B6 varia de acordo com a idade, sexo, grupos de risco e com os critérios aplicados. Nos EUA, a DDR para os adultos do sexo masculino está actualmente fixada em 2,0 mg por dia e em 1,6 mg para as mulheres.

As necessidades de vitamina B6 aumentam quando são ingeridas dietas alimentares de elevado nível de proteínas, dado que o metabolismo das proteínas apenas pode funcionar convenientemente com a assistência de piridoxina.

As mulheres grávidas e a amamentar precisam de uma dose adicional de 0,5 a 0,6 mg para compensar as necessidades aumentadas feitas pelo feto ou pelo bebé.

Utilização terapêutica com suplementação

Casos geneticamente condicionados de dependência de piridoxina incluem certos tipos de anemia e anormalidades no metabolismo dos aminoácidos. Em tais casos, são indicadas doses terapêuticas de aproximadamente 40-200 mg de vitamina B6 por dia.

A piridoxina é frequentemente administrada em doses de 40 mg/dia no tratamento de náuseas e vómitos (hiperemese da grávida) durante os meses iniciais da gravidez e durante o decurso da gravidez e da amamentação. É frequentemente utilizada para ajudar no alívio da depressão (nas mulheres que tomam contraceptivos orais) e no síndroma pré-menstrual. As pesquisas sugeriram ainda que:

  • Certos pacientes com diabetes mellitus ou diabetes de gravidez experimentam uma melhoria na tolerância à glucose quando recebem suplementos de vitamina B6.
  • Os pacientes com asma podem sentir menos ataques e com menor gravidade de sibilo, tosse e dificuldades de respiração com a vitamina B6.
  • Os pacientes com o síndroma de canal cárpico podem beneficiar de elevadas doses de vitamina B6.
  • Uma dose de 25-200 mg de piridoxina pode ter efeitos benéficos no tratamento de doenças da radiação.

Nota: A vitamina B6 é uma das vitaminas mais importantes para a manutenção do seu estado de saúde mental e fisico, e não pode ser deixada de fora de uma dieta saudável!

A sua saúde agradece…

1 COMENTÁRIO

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.