Os melhores alimentos para a artrite

Artrite significa inflamação das articulações. É um termo para uma classe de doenças que causam dor, inchaço e rigidez nas articulações. Pode afectar pessoas de todas as idades, géneros e origens étnicas.

Existem muitos tipos diferentes de artrite. A osteoartrite é um tipo, que se desenvolve em articulações com uso excessivo. Outro tipo é a artrite reumatóide, uma doença auto-imune em que o sistema imunitário ataca suas articulações (12).

Felizmente, há muitos alimentos que podem aliviar a inflamação e podem ajudar a aliviar algumas das dores articulares associadas à artrite.

De facto, uma pesquisa descobriu que 24% das pessoas com artrite reumatóide relataram que sua dieta teve impacto na gravidade de seus sintomas (3).

Os sintomas conduzem a diminuição da qualidade de vida – dor, inchaço, rigidez, deformação e até dificuldade em realizar movimentos. Mas que podem melhorar caso opte por seguir um tipo de dieta anti-inflamatória.

artrite

Segundo a Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas (LPCDR), a artrite é uma designação genérica de várias doenças que podem causar dor e inflamação nas articulações. As articulações são as zonas mais afectadas, mas também tendões, ligamentos e músculos podem ser lesados. Por vezes a pele também pode ser afectada.

Esta doença não deve ser vista como similar ao reumatismo, pois este é de fundo imunológico, enquanto a artrite é um mecanismo estritamente inflamatório, desencadeado por inúmeras causas. Ela pode se manifestar como Artrite DegenerativaArtrite GotosaArtrite Piogénica AgudaArtrite Psoriática ou Artrite Reumatóide.

Tipos de artrite

Artrite e artrose

A artrite é uma doença inflamatória crónica que pode provocar dores em várias articulações do corpo, e pode atingir pessoas de qualquer idade, apesar de ser mais comum em pessoas com mais de 60 anos.

A sua face degenerativa é essencialmente crónica, pois o tecido cartilaginoso se deteriora, instaura-se uma hipertrofia dos ossos, o que leva o enfermo a sentir muita dor quando se move. Ela atinge mais os joelhos, o fémur da coxa e a coluna vertebral.

artrite

Sintomas

  • Dor constante na articulação, mais comum nos joelhos, cotovelo ou dedos.
  • Rigidez e dificuldade para movimentar a articulação, especialmente de manhã
  • Articulação quente, vermelha e inchada
  • Articulações deformadas
  • Dor ao apertar ou movimentar a articulação

Em geral, seu tratamento é feito com medicamentos, fisioterapia e exercícios, mas, em alguns casos, pode-se recorrer à cirurgia.

Artrite degenerativa

A Artrite Degenerativa é uma doença crónica. Um de seus principais sintomas é dor ao movimentar-se. Esta forma da doença degenera a cartilagem articular e causa hipertrofia nos ossos. As articulações mais acometidas por esta doença são as do joelho, coluna vertebral e as articulações coxofemorais.

Artrite Gotosa

A Artrite Gotosa é uma outra forma de manifestação da artrite, acometendo, principalmente, o sexo masculino. Ela é uma inflamação causada por microcristais minerais de urato. Ela se manifesta principalmente no dedo e dorso do pé, tornozelos, joelhos e cotovelos.

Entre seus sintomas pode haver febre e limitação de movimentos por causa da dor. Nas mulheres ela pode vir depois do início da menopausa. Nestes quadros o ácido úrico sofre normalmente uma certa elevação.

Artrite Piogénica Aguda

A Artrite Piogénica Aguda ou séptica é uma doença infecciosa que afecta principalmente as articulações dos ombros, joelhos e coxofemorais. As menos acometidas por este tipo de artrite são as articulações dos tornozelos, cotovelos e punhos. Seu aparecimento e desenvolvimento vêm sendo refreados pelo uso de antibióticos potentes.

Artrite Psoriática

A Artrite Psoriática possui esta definição em decorrência da doença de pele denominada psoríase. A psoríase é classificada como um distúrbio da epiderme, causado por factores ainda não conhecidos. Aparecem na pele eritemas escamosos. Este quadro atinge seriamente as articulações do corpo. Assim sendo, a articulação pode ser seriamente prejudicada por esta doença.

Artrite Reumatóide

A artrite reumatóide é uma doença auto-imune, ou seja, o sistema imunológico do corpo ataca seus próprios tecidos, neste caso, o alvo será sua própria cartilagem e revestimento articular. Esta doença causa inflamação e vermelhidão da articulação acometida, além de inchaço, dor, calor e perda da função.

Este distúrbio orgânico é uma das expressões reumáticas inflamatórias mais comuns. Seus efeitos, considerados graves, incidem sobre 1% da população mundial.

Independentemente do tipo de artrite, a sua alimentação pode e deve ser anti-inflamatória!
Mantendo uma alimentação anti-inflamatória (4) vai estar a contrariar as reacções que lhe causam a doença e pode sentir muitas diferenças.

dieta anti-inflamatória

O que comer na Artrite 

Os alimentos que têm propriedades anti-inflamatórias e ajudam no controle da artrite são:

Peixes de águas frias

ómega-3As variedades de peixes gordos, como o salmão selvagem, atum, arenque, anchova, a cavalinha, bacalhau, a cavala, as sardinhas e a truta são altas em ácidos gordos ómega-3, que demonstraram ter potentes efeitos anti-inflamatórios.

O peixe também é uma boa fonte de vitamina D, o que pode ajudar a prevenir a deficiência. Múltiplos estudos descobriram que a artrite reumatóide pode estar associada a baixos níveis de vitamina D, o que pode contribuir para sintomas (5, 6).

Outras fontes de ómega-3

  • Sementes de chia e linhaça, castanha-de-caju, castanha do Pará, amendoim e nozes, por serem ricos em ómega-3;
  • Alho macerado e cebola, por terem a substância alicina;
  • Frutas cítricas como laranja, abacaxi e acerola, pela presença de vitamina C;
  • Frutas vermelhas como romã, melancia, cereja, morango e goiaba, por conterem antocianina.

Dieta para Artrite Reumatóide

Na dieta para artrite reumatóide, além do consumo de alimentos com ómega-3, também é importante o consumo de alimentos que fortaleçam o sistema imunológico e que tenham antioxidantes, sendo ricos em vitaminas A, C, E e selénio, como:

Alho

Alho nutrição funcionalo alho tem um efeito anti-inflamatório que pode ajudar a diminuir os sintomas da artrite.

Na verdade, algumas pesquisas mostraram que o alho pode melhorar a função de certas células imunes para ajudar a fortalecer o sistema imunológico ( 12 ).

 

Brócolos

brócolos

Não é segredo que os brócolos são um dos alimentos mais saudáveis que existem e que contribuem a redução da inflamação. Contém componentes importantes que podem ajudar a reduzir os sintomas de artrite, por exemplo, o sulforafano é um composto encontrado nos brócolos.

Estudos de tubo de ensaio demonstraram que bloqueia a formação de um tipo de célula envolvida no desenvolvimento da artrite reumatóide (13).

E um outro estudo que analisou a dieta de 1.005 mulheres descobriu que a ingestão de vegetais cruciferos como brócolos foi associada com diminuição dos níveis de marcadores inflamatórios (14).

Espinafres

espinafres

O espinafre estão cheios de nutrientes e alguns de seus componentes podem realmente ajudar a diminuir a inflamação causada pela artrite.

Vários estudos descobriram que uma maior ingestão de frutas e vegetais está ligada a menores níveis de inflamação (15, 16).

O espinafre, em particular, contém muitos antioxidantes, bem como compostos como o kaempferol que podem aliviar a inflamação e ajudar a combater a doença (17).

Por ser especialmente elevado no kaempferol, antioxidante, estudo demonstram que pode ajudar a diminuir os efeitos dos agentes inflamatórios associados à artrite reumatóide (18).

E outro estudo em tubo ensaio, de 2017, tratou células de cartilagem artrítica com kaempferol e descobriu-se que reduziu a inflamação e impediu a progressão da osteoartrite (19).

Outros alimentos benéficos

  • Frutas, especialmente laranja, acerola, limão, goiaba, mamão e abacaxi;
  • Legumes e verduras, principalmente couve-flor, tomate, repolho, cenoura;
  • Leite e derivados desnatados e queijos brancos, como queijo ricota e cottage.

O paciente com Artrite Reumatóide também deve manter o peso adequado, pois o excesso de peso pode causar uma sobrecarga nas articulações, piorando a dor. Além disso, o excesso de gordura favorece o aumento da inflamação no corpo, agravando ainda mais a doença.

Dieta para Artrite Gotosa

Na artrite gotosa a inflamação na articulação é provocada pela acúmulo de ácido úrico, então na dieta deve-se evitar alimentos que aumentem o ácido úrico, como carnes, frango, fígado, moela, coração e bebidas alcoólicas.

Frutas e alimentos diuréticos devem ser consumidos com maior frequência, como melancia, maracujá, morango, pepino e abóbora. Mais informações no artigo alimentação e ácido úrico.

Dieta para Artrite Psoriática

A dieta para artrite psoriática tem como objetivo controlar a psoríase, e inclui o consumo dos alimentos anti-inflamatórios, como peixes, castanhas e frutas cítricas, e retirar os alimentos como carnes vermelhas, salsicha e linguiça, e alimentos ricos em corantes e conservantes, como iogurtes coloridos artificialmente, salgados e presunto.

Bagas

mirtilhos

As bagas como mirtilos, amoras, framboesas, goji, groselhas, morango, arandos tem toneladas de antioxidantes, vitaminas e minerais, o que pode ser parcialmente responsável por sua capacidade única de diminuir a inflamação.

Além disso, as bagas são ricas em quercetina e rutina, dois compostos que possuem uma grande quantidade de benefícios para sua saúde.

Em um estudo de tubo de ensaio, concluiu-se que a quercetina bloqueia alguns dos processos inflamatórios associados à artrite (20).

Em um estudo de 38.176 mulheres, as que comiam pelo menos duas porções de morangos por semana eram 14% menos propensas a ter um nível elevado de marcadores inflamatórios no sangue (21).

Uvas

uvas

As uvas são ricas em nutrientes, altas em antioxidantes e possuem propriedades anti-inflamatórias .

Além disso, as uvas contêm vários compostos que demonstraram ser benéficos no tratamento da artrite. Por exemplo, o resveratrol é um antioxidante presente na pele de uvas.

Em um estudo de tubo de ensaio, o resveratrol mostrou potencial para ajudar a prevenir o espessar das articulações associadas à artrite bloqueando a formação de células da artrite reumatóide (22 ).

As uvas também contêm outro composto chamado proantocianidina, que pode ter efeitos promissores sobre a artrite. Por exemplo, um estudo de tubo de ensaio mostrou que o extrato de proantocianidina de semente de uva reduziu a inflamação relacionada à doença (23).

Azeite

azeiteBem conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias, o azeite pode ter um efeito favorável sobre os sintomas da artrite.

vários estudos demostram os benefícios do azeite, em um estudo, os ratos foram alimentados com azeite extra virgem por seis semanas. Isso ajudou a parar o desenvolvimento de artrite, reduzir o inchaço das articulações, destruição lenta da cartilagem e diminuir a inflamação (24).

 

Outro estudo analisou a dieta de 333 participantes com e sem artrite reumatóide, achando que o consumo de azeite estava associado a um menor risco de doença (25).

Tratamento natural para artrite

Um bom tratamento natural para complementar o tratamento habitual da artrite é tomar chás e infusões de plantas medicinais, como, por exemplo, o gengibre e o açafrão.

Gengibre

gengibreAlém de adicionar uma explosão de sabor a chás, sopas e doces, o gengibre também pode ajudar a aliviar os sintomas da artrite.

Um estudo de 2001 avaliou os efeitos do extrato de gengibre em 261 pacientes com osteoartrite do joelho. Após seis semanas, 63% dos participantes apresentaram melhorias na dor no joelho (26)

Também se descobriu que o gengibre e seus componentes bloquearam a produção de substâncias que promovem inflamação no corpo (27).

Consumir gengibre em forma fresca, em pó ou seca pode reduzir a inflamação e auxiliar na redução de sintomas de artrite.

Outros alimentos benéficos

O consumo de pimenta cayenna e de orégãos diariamente também actua como um poderoso anti-inflamatório natural, assim como massagear os locais afectados com óleo essencial de lavanda ou de unha-de-gato.

Atenção: o tratamento natural não exclui o tratamento medicamentoso e de fisioterapia, ele somente contribui para um resultado mais rápido e mais satisfatório.

Essa doença ainda não tem cura e o seu tratamento inclui medicamentos e actividade física, mas a alimentação adequada é de grande ajuda no alívio dos sintomas.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.