O que se deve comer durante e após os antibióticos

Os antibióticos são uma poderosa linha de defesa contra infecções bacterianas.

No entanto, eles às vezes podem causar efeitos colaterais, como diarréia e danos no fígado.

Alguns alimentos podem reduzir esses efeitos, enquanto outros podem piorar.

antibióticos

O que são antibióticos?

Os antibióticos são um tipo de medicação usada para tratar infecções bacterianas. Actuam combatendo a infecção ou impedindo que ela se espalhe.

Existem vários tipos de antibióticos.

Alguns são de amplo espectro, o que significa que atuam em uma ampla gama de bactérias causadoras de doenças. Outros são projetados para matar certas espécies de bactérias.

Os antibióticos são muito importantes e eficazes no tratamento de infecções graves. No entanto, podem causar alguns efeitos colaterais negativos.

Por exemplo, o uso excessivo de antibióticos pode danificar o fígado. Estudos demonstram que os antibióticos são os medicamentos mais comuns para causar lesões hepáticas (12).

Os antibióticos também podem ter efeitos negativos sobre os trilhões de bactérias e outros micróbios que vivem nos intestinos. Essas bactérias são normalmente conhecidas como a microbiota intestinal.

Além de matar bactérias causadoras de doenças, os antibióticos podem matar bactérias saudáveis ​​(345).

Tomar muitos antibióticos pode alterar drasticamente a quantidade e os tipos de bactérias dentro da microbiota intestinal, especialmente no início da vida (678).

Na verdade, apenas uma semana de antibióticos podem alterar a composição da microbiota intestinal por um período, de até um ano (9).

Alguns estudos mostram que as mudanças na microbiota intestinal causada pelo seu uso excessivo no início da vida podem até aumentar o risco de aumento de peso e obesidade (10).

Além disso, pode ainda levar à resistência antibiótica, tornando-os ineficazes para actuar nas bactérias causadoras de doenças (11).

A ainda, alterando os tipos de bactérias que vivem nos intestinos, os antibióticos podem causar efeitos colaterais intestinais, incluindo diarréia (12).

Tomar Probióticos durante e após o tratamento

paraprobióticosTomar antibióticos pode alterar a microbiota intestinal, o que pode levar a diarréia associada aos antibióticos, especialmente em crianças.

Vários estudos demonstraram que tomar probióticos, ou bactérias vivas e saudáveis, podem reduzir o risco de diarréia associada aos antibióticos (1314).

Uma revisão de 23 estudos, num total de 400 crianças, demonstrou que tomar probióticos ao mesmo tempo que se toma um antibiótico poderia reduzir o risco de diarréia em mais de 50% (15).

Outra revisão maior de 82 estudos, em mais de 11.000 pessoas, encontrou resultados semelhantes em adultos (16).

Estes estudos mostram que, os probióticos Lactobacilli e Saccharomyces são particularmente efectivos.

No entanto, dado que os probióticos são também bactérias, podem também ficar inviáveis quando tomados em conjunto. Assim, é importante tomar antibióticos e probióticos com algumas horas de distância.

Deve-se continuar a tomar o probiótico, após o termino do medicamento, a fim de restaurar algumas das bactérias saudáveis ​​nos intestinos que possam ter morrido e restaurar a flora intestinal saudável.

Estudo mostram que os probióticos podem restaurar a microbiota para seu estado original após um evento disruptivo, como tomar antibióticos (17).

Se tomar probióticos após os antibióticos, é preferível optar por um que contenha uma mistura de diferentes espécies de probióticos, em vez de apenas uma. E um numero significativo de colónias formáveis, uma vez que o numero de microorganismo também faz diferença na sua capacidade de modulação.

Coma alimentos fermentados

alimentos_fermentados

Certos alimentos também podem ajudar a restaurar a microbiota intestinal após danos causados ​​por antibióticos.

Os alimentos fermentados são produzidos por micróbios,  e eles incluem; iogurte, queijo, chucrute, kombucha, kefir e kimchi (condimentos típico da culinária da Coreia, com base em hortaliças), entre outros.

Eles contêm uma série de espécies bacterianas saudáveis, como Lactobacilli, que podem ajudar a restaurar a microbiota intestinal para um estado saudável após os antibióticos.

Estudos demonstraram que as pessoas que comem iogurte ou kefir têm maiores quantidades de Lactobacilli nos intestinos e menores quantidades de bactérias patogénicas  causadoras de doenças, como Enterobacteria e Bilophila wadsworthia (181920).

Kimchi e tofu (leite de soja fermentado) têm efeitos benéficos semelhantes e podem ajudar a cultivar bactérias saudáveis ​​no intestino, como Bifidobacteria (2122).

Portanto, comer alimentos fermentados pode ajudar a melhorar a saúde após tomar antibióticos.

Outros estudos também descobriram que os alimentos fermentados podem ser benéficos durante o tratamento antibiótico.

Alguns deles demostraram que tomar iogurte normal ou como em suplemento probiótico pode reduzir a diarréia em pessoas que tomam antibióticos (232425).

Coma Alimentos de Alta Fibra

alimentos com fibra

A fibra não é digerida pelo organismo, mas pode ser digerida pelas bactérias intestinais, o que ajuda a estimular seu crescimento.

Como resultado, a fibra pode ajudar a restaurar bactérias intestinais saudáveis ​​após um período de toma com antibióticos.

Os alimentos ricos em fibra incluem:

  • Cereais (aveia, farinha de centeio, pão de trigo integral, arroz integral)
  • Frutos secos (nozes, amendoim, amêndoas, castanha de caju)
  • Sementes (linhaça, chia)
  • Feijões
  • Lentilhas
  • Bagas
  • Brocólos
  • Ervilhas
  • Bananas
  • Alcachofras
  • Maça
  • Abacate
  • Cenoura crua

Estudos têm demonstrado que os alimentos que contêm fibras alimentares não só podem estimular o crescimento de bactérias saudáveis ​​no intestino, mas também podem reduzir o crescimento de algumas bactérias nocivas (262728).

No entanto, a fibra dietética pode diminuir a velocidade do esvaziamento do estômago. Que por consequência, pode retardar a taxa de absorção dos medicamentos (29).

Portanto, é melhor evitar temporariamente alimentos ricos em fibras durante o tratamento antibiótico e, em vez disso, concentrar-se em comê-los após a interrupção dos antibióticos.

Coma Alimentos Prebióticos

prebióticos

Ao contrário dos probióticos, que são micróbios vivos, os prebióticos são alimentos que alimentam as bactérias benéficas do intestino.

Muitos alimentos ricos em fibras são prebióticos. A fibra é digerida e fermentada por bactérias intestinais saudáveis, permitindo que elas cresçam (30).

No entanto, outros alimentos que não são ricos em fibras, mas actuam como prebióticos ajudando o crescimento de bactérias saudáveis, como as Bifidobacterias.

Por exemplo, o vinho tinto contém polifenóis antioxidantes, que não são digeridos por células humanas, mas são digeridos por bactérias intestinais.

Um estudo demonstrou que o consumo de extratos de polifenóis de vinho tinto por quatro semanas poderia aumentar significativamente a quantidade de Bifidobactérias saudáveis nos intestinos e reduzir a pressão arterial e o colesterol no sangue (31).

Assim como também, o cacau que contém polifenóis antioxidantes e têm efeitos prebióticos benéficos na microbiota intestinal.

Alguns estudos demonstraram que os polifenóis do cacau também aumentam as Bifidobactérias e Lactobacillus saudáveis no intestino e reduzem algumas bactérias insalubres, incluindo Clostridia (3233).

Ou seja, comer alimentos prebióticos após os antibióticos pode ajudar o crescimento de bactérias intestinais benéficas que foram danificadas por antibióticos.

Evite certos alimentos que reduzem a eficácia dos antibióticos

Embora muitos alimentos sejam benéficos durante e após os antibióticos, alguns devem ser evitados.

Por exemplo, estudos mostraram que pode ser prejudicial ao consumo de toranja e suco de toranja enquanto toma certos medicamentos, incluindo antibióticos (3435).

Isso ocorre porque o suco de toranja e muitos medicamentos são transformados por uma enzima chamada citocromo P450.

toranjaComer toranja enquanto estivera a tomar um antibióticos pode influenciar na sua absorção e biodisponibilidade ou potencializar o seu efeito. E isso pode ser prejudicial para a saúde.

Estudo em seis homens saudáveis ​​descobriu que beber suco de toranja enquanto tomava o antibiótico eritromicina aumentou a quantidade de antibiótico no sangue, em comparação com os que tomaram com água (36).

Alimentos suplementados com cálcio também podem afetar a absorção de antibióticos.

Estudos demonstraram que os alimentos suplementados com cálcio podem reduzir a absorção de vários antibióticos, incluindo ciprofloxacina e gatifloxacina (3738).

No entanto, outros estudos mostraram que alimentos contendo cálcio como o iogurte não têm o mesmo efeito inibitório (39).

Apenas os alimentos que são suplementados com altas doses de cálcio devem ser evitados ao tomar antibióticos.

antibióticoOs antibióticos são importantes quando se tem uma infecção bacteriana.

No entanto, às vezes eles podem causar efeitos colaterais, incluindo diarréia, doença hepática e alterações na microbiota intestinal.

Tomar probióticos durante e após um curso de antibióticos pode ajudar a reduzir o risco de diarréia e restaurar sua microbiota intestinal para um estado saudável.

Além disso, comer alimentos ricos em fibras, alimentos fermentados e alimentos prebióticos depois de tomar antibióticos também podem ajudar a restabelecer uma microbiota intestinal saudável.

No entanto, é melhor evitar a toranja e alimentos fortificados com cálcio durante os antibióticos, pois podem afetar a absorção de antibióticos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.