O que é a medicina ortomolecular ?

ortho_destaque

Hipócrates já afirmava há milhares de anos: ”Deixa o alimento ser tua cura”. Ele viveu em uma época de quase total inexistência de medicamentos e estes eram preparados empiricamente. Não existiam grandes multinacionais de indústria farmacêutica e alimentar interessadas em explorar o seu consumo.

Hoje vivemos uma realidade diferente e estamos fortemente abastecidos de remédios. Todo ano, dezenas e até mesmo centenas de medicamentos novos ou com pequenas variantes são incorporados ao mercado da farmacotecnologia.

Os alimentos são primordiais porque são a fonte de nossa existência, e os suplementos e os nutrientes, quando utilizados adequadamente, assim como as terapias farmacologias, nos permite restabelecer o equilíbrio dentro do organismo.

O princípio terapêutico da medicina ortomolecular, baseia-se no conhecimento de que o corpo humano necessita de 45 nutrientes essenciais para o seu funcionamento saudável.

  • 20 Minerais
  • 15 Vitaminas
  • 8 Aminoácidos
  • 2 Ácidos gordos essenciais

Estes componentes em concentrações adequadas proporcionam uma óptima proteção da nossa saúde.

Orto provém do grego: ¨orthos¨ e que exprime a ideia de correto, exacto. Assim, ortomolecular é a molécula correcta para curar ou prevenir determinada doença.

A terapia ortomolecular consegue descobrir “desequilíbrios orgânicos” que, se não são corrigidos, poderão desencadear varias doenças futuras. A sua função não é só combater doenças, mas também fortalecer o organismo, para que ele tenha as melhores condições para reagir contra as ameaças de doenças, colaborando para a melhoria de diversos problemas, como diabetes, menopausa, problemas articulares, stress e outros. Ela pode ser aliada ao tratamento convencional.

A terapia ortomolecular centra-se na reabilitação celular, ou seja, no restabelecimento do equilíbrio químico e este objetivo é conseguido através do uso de substâncias e elementos naturais, tais como vitaminas, minerais, oligoelementos, aminoácidos, probióticos e coenzimas, os quais vão permitir um reequilíbrio bioquímico, nutrindo corretamente as células, todos os tecidos e órgãos do corpo, neutralizando os efeitos tóxicos e melhorando a qualidade de vida.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.