Dieta metabólica

Com a aproximação do verão começa a preocupação com a “linha” e a vontade de perder peso para ficar melhor nas roupas de verão e no bikini. E a muito que se ouve, que para perder peso é necessário activar o metabolismo ou ter o metabolismo rápido.

A dieta metabólica surgem com base nas pesquisas mais recentes, que visa mudar a forma como o seu corpo metaboliza os alimentos.

À semelhança de muitas outras, tem um objetivo específico e algumas regras no que diz respeito ao padrão alimentar. A adopção de uma dieta padrão deve ser sempre monitorizada e o ideal será sempre consultar um nutricionista, no sentido de obter recomendacões personalizadas e adaptadas ao seu estilo de vida.

Como funciona o metabolismo

O metabolismo pode ser definido como a forma com que o organismo converte calorias em energia para realizar funções vitais como batimento cardíaco e funções do Sistema Nervoso Central. Quanto mais acelerado for o metabolismo maior será a queima de calorias e consequentemente menor será o acúmulo de gorduras.

O organismo converte os alimentos em combustível. Quanto mais rápido for o metabolismo, mais rápido o organismo pode transformar os nutrientes dos alimentos em energia. Ter um metabolismo lento significa que o organismo tende a armazenar nutrientes como gordura em vez de os queimar. Uma dieta de alto metabolismo visa tornar o metabolismo mais rápido, para que se queime a gordura em vez de armazená-la.

Nas dietas com baixo teor de carboidratos, o organismo passa a gastar a gordura como energia, o que leva à produção de compostos chamados cetonas, que, acredita-se, diminuem o apetite. O objetivo dessas dietas é ensinar o corpo a queimar gordura corporal como energia.

Cetonas são ácidos produzidos no corpo quando não há insulina suficiente para obter açúcar do sangue, e o organismo recorre a gordura em vez de carboidratos para assim fornecer energia ao organismo. Uma acumulação de cetonas em excesso pode ser tóxico, uma condição chamada cetoacidose. Pessoas com diabetes precisam prestar atenção especial às cetonas mas uma pequena quantidade de cetonas no organismo não é nada para se preocupar.

Com funciona a dieta metabólica

O metabolismo basal do corpo humano reúne as calorias necessárias para assegurar as funções vitais do organismo, ou seja, desde o batimento cardíaco à temperatura corporal.

No que toca a perder peso, saiba que o sistema metabólico é responsável por gastar entre 50% a 70% das calorias ingeridas diariamente. Quanto mais otimizado tiver o metabolismo, mais calorias queima. Como? Através da ingestão de minerais e vitaminas que ativam as enzimas responsáveis por queimar a glicose e produzir energia, evitando assim que a energia consumida – as calorias – se transforme em gordura.

Para além disso, fazer uma alimentação que privilegie, de forma equilibrada, os hidratos de carbono e as proteínas. Existem ainda outros fatores que determinam ou não a eficiência do metabolismo.

 

Quanto mais rápido o seu metabolismo, mais rápido o organismo pode transformar os nutrientes dos alimentos em energia. Ter um metabolismo lento significa que o organismo tende a armazenar nutrientes como gordura em vez de os gastar. Ter uma taxa metabólica mais lenta pode ser o resultado de várias coisas, muitas das quais não podemos controlar. No entanto, existem maneiras de acelerar o metabolismo e facilitar o processo de perda de peso

Como fazer a dieta metabólica

A prática da dieta metabólica tem de ser sempre monitorizada. Por ser uma dieta com baixo teor de hidratos de carbono e com algumas especificidades, algumas pessoas não deverão segui-la, por diversas condições clínicas que possam estar presentes. Avalie sempre a sua situação com um médico ou nutricionista.

Começar o dia com energia

Ignorar o pequeno almoço porque está com pressa pode ser mais difícil que o objectivo for a perda de peso. Fazer um bom pequeno almoço, nutritivo e equilibrado faz activar o metabolismo.

Um bom pequeno almoço também ajuda a manter a energia para o resto do dia. Se optar por uma uma refeição matinal rica em proteínas.

Carboidratos aumentará os níveis de insulina e fará com que se sinta lento. Eles podem até mesmo fazer com que se sinta fome em pouco tempo.

Em vez disso, tente iogurte desnatado, ovos ou um produto de carne magra. 1/2 abacate com ovo mexido ou barras de proteína são uma boa opção no caso de não ter mesmo tempo para fazer pequeno almoço.

Também é uma boa idéia beber água pela manhã.

Ficar hidratado

Se quer um metabolismo rápido, pode ser tão fácil quanto beber mais água.

Beber água leva a um aumento no número de calorias queimadas. Esse processo no organismo tem por nome, a termogénese induzida pela água.

A temperatura da água que bebe também tem um impacto. A água fria faz com que o organismo trabalhe mais para a aquecer à temperatura do corpo. Isso, por sua vez, gasta mais calorias.

Beber em torno de 0,5l de água fria poderia causar um aumento de 5 a 30% no gasto de calorias.

Beber água antes das refeições também ajudará a sentir mais cheio e diminuir o quanto come. Se não gostar de água pura, poderá agua com aroma, como simplesmente adicionar a agua 1 pau de canela, ou gengibre que também vai contribuir para a activação do metabolismo.

Não tente passar fome

Geralmente associamos a perda de peso a comer menos. E enquanto isso ajuda, comer muito pouco pode impedir que tenha um metabolismo rápido.

Quando se restringe completamente a ingestão calórica, reduz o número de calorias queimadas. O resultado? Seu metabolismo vai realmente diminuir.

Esta é a “resposta de fome” do corpo. É um mecanismo de defesa contra nós, potencialmente morrendo de fome.

Uma ingestão de menos de 1.000 calorias por dia leva a uma queda no metabolismo. Após um período de perda de peso, este metabolismo lento pode ficar por perto.

Um metabolismo rápido depende da ingestão calórica. É tudo sobre o tipo de calorias que se vai consumindo.

Uma dieta rica em proteínas

Toda vez que come, há um aumento em sua taxa metabólica. Este processo é o efeito térmico dos alimentos.

Quando se come proteína, esse efeito é muito mais forte do que comer alimentos gordurosos ou carboidratos.

A proteína na verdade aumenta o metabolismo em 20 a 30%. Por outro lado, gordura e carboidratos causam apenas um aumento de 3 a 10%.

Um metabolismo rápido significa que o organismo gasta calorias rapidamente. Mais proteína e menos carboidratos ajuda na perder peso e evitará a recuperação do peso perdido.

Uma dieta rica em proteínas também ajudará a compensar a perda de massa muscular associada à perda de peso.

Chá e café podem ajudar

chá-verdeSe quer um metabolismo rápido, pode adicionar chá e café à sua dieta. Mas lembre-se de manter o seu consumo de cafeína nas primeiras horas.

Os chás ajudam a converter gordura em ácidos gordos livres e isso ajuda a queimar de gordura acumulada.

Os chás costumam ter poucas calorias, por isso são bons para a perda de peso. Chá verde ou oolong são boas escolhas.

A cafeína no café estimula o sistema nervoso central. Isso ajuda a impulsionar o seu metabolismo. Uma xícara de café da manhã com um café da manhã rico em proteínas é uma ótima maneira de começar seu corpo rapidamente.

Mais ácidos gordos ómega-3

Peixes como atum, arenque e salmão contêm muitos ácidos gordos ómega-3. Mas como pode esses ácidos gordos ajudar a ter um metabolismo rápido?

Os ómega-3 ajudam a equilibrar os níveis de açúcar no sangue e a reduzir a inflamação. Isso ajuda a regular o metabolismo.

Esses ácidos gordos também ajudam a reduzir a resistência à leptina, uma hormona associada ao processo de gasto de gordura.

Se não é um grande fã de peixe, tome um suplemento de ácidos gordos ómega-3. mas também pode optar por inserir na sua dieta nozes, óleo de linhaça ou ovos que contêm ómega-3.

É necessário dormir o suficiente

dormirPode surpreendê-lo, mas não dormir o suficiente está diretamente relacionado a problemas com peso e metabolismo. Este é mesmo o caso para as pessoas que fazem actividade física e tem uma boa alimentação.

Acontece que quando não se dorme bem, várias hormonas podem retardar ou interromper a perda de gordura.

Se não está a dormir o suficiente, pode precisar de tomar medidas para conseguir ter um sono reparador e suficiente e isso ajudará a atingir um metabolismo rápido e promover seu bem-estar geral.

Tente restringir a cafeína às primeiras horas da manhã. E devesse também evitar beber álcool algumas horas antes de dormir.

Também é extremamente importante evitar comer alguma coisa pelo menos três horas antes de dormir. E caso seja uma situação recorrente e prolongada convém falar com o médico.

Adicione alguma intensidade ao seu treino

Acelerar o seu metabolismo pode significar que precisa também de  intensificar-se no ginásio.

Na próxima vez que se exercitar, tente aumentar a intensidade, ou seja 30 segundos de esforço vigoroso e depois volte ao normal. Mas também pode optar por uma aula de exercícios HIIT que pode até fazer em casa.

Mas pode funcionar com qualquer que seja o treino que pratica. Uma passadeira é ótima para regular exercícios de alta intensidade.

Assim consome mais oxigénio e gasta mais energia e isso treina o corpo para queimar calorias de forma eficiente ao longo do dia.

Por quanto tempo se deve fazer a dieta metabólica

O objetivo geral das dietas centradas no metabolismo é criar mudanças duradouras na sua dieta e estilo de vida. A quantidade de tempo da dieta depende de quanto peso quer perder. Depois de perder o peso que pretendia perder, deve haver um período de estabilização no qual se acostumará com seu novo corpo e o manterá no peso desejado.

Os críticos dessas dietas acreditam que qualquer pessoa que fizer uma dieta acabará por sair dela e voltará aos hábitos que causaram problemas em primeiro lugar. É por isso que a dieta metabólica é pensada mais como uma mudança de estilo de vida. Para manter seu peso e não voltar aos velhos hábitos, precisará mudar o que come e como come para sempre.

É uma dieta segura?

Algumas dietas prometem perda de peso de até 8/10 kgs ao longo de quatro semanas. Embora existam muitos depoimentos para essas alegações, faltam estudos. A maioria dos profissionais de saúde considera essa perda de peso rápida insegura e insustentável. Há também evidências de que perder rapidamente uma quantidade significativa de peso pode retardar seu metabolismo, o que torna mais fácil recuperar o peso.

Em geral, as pessoas com diabetes devem ter um cuidado especial ao fazer dieta e prestar atenção especial à ingestão de alimentos e aos níveis de açúcar no sangue. No entanto, estudo mostra que dietas de baixo carbohidratos são benéficas para pessoas com diabetes tipo 1, pois podem ajudar a reduzir as doses de insulina e melhorar o controle de açúcar no sangue.

Cada pessoa é diferente, por isso nem todas as dietas são adequadas para todos. Pessoas com condições médicas específicas devem ser particularmente cautelosas com dietas. Consulte o seu médico ou nutrionista antes de iniciar uma dieta relacionada ao metabolismo ou qualquer outra dieta. Certifique-se de informar o seu médico ou nutrionista sobre quaisquer condições médicas ou alergias que tenha.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.