Dieta BRAT – como tratar a diarreia

BRAT é um acrónimo em inglês de Banana, Rice, Applesauce and Toast, que significa bananas, arroz, puré de maçã e torradas.

A ideia é que esses alimentos leves e fáceis de digerir podem aliviar os sintomas de problemas estomacais e reduzir a quantidade de fezes produzidas.

Esses alimentos também são considerados alimentos de ligação, o que significa que eles têm pouca fibra e podem ajudar em caso de diarreia, reafirmando as fezes.

O que é a dieta BRAT?

A dieta BRAT consiste em alimentos com baixo teor de fibras e costuma ser recomendada para tratar problemas estomacais, doenças digestivas e diarreia (12).

O termo “BRAT” é um acrónimo para os alimentos incluídos neste tipo de dieta, que são:

  • ananas
  • arroz (rice em inglês)
  • puré de maça (aplesauce em inglês)
  • orrada (toast inglês)

Como esses alimentos são relativamente fáceis de digerir, acredita-se que podem reduzir os sintomas distúrbios intestinais, como náuseas, diarreia e vómitos e com isso proporcionar uma recuperação mais rápida.

Benefícios

Comer os alimentos incluídos na dieta BRAT segundo alguns especialistas pode melhorar os distúrbios gastrointestinais como a diarreia por várias razões:

  • Fezes mais firmes. Esses alimentos são amiláceos e baixos em fibras, o que pode tornar as fezes firmes.
  • Não agridem o estômago. Como os alimentos são baixos em gordura e proteínas, é improvável que eles irritem o estômago e não cause subcarga no sistema digestivo.
  • Não provocam náuseas. Devido ao sabor suave e ausência de cheiros fortes, os alimentos BRAT não tendem a causar náuseas ou vómitos.

Pesquisadores acreditam que os componentes desta dieta contribuem para a cessação de distúrbios diarreicos não infecciosos:

As bananas contêm pectina, um amido que é benéfico para o trato digestivo (3).

A banana também contém potássio, que pode ajudar na absorção de água e eletrólitos (4).

Uma revisão sistemática de 2019 descobriu que a polpa de banana verde pode ajudar a reduzir a diarreia e a obstipação em crianças (5).

Um estudo de 2016 descobriu que a sopa de arroz foi altamente eficaz no tratamento da diarreia aguda em crianças (6).

Duração

Embora a dieta BRAT possa ser útil por curtos períodos, existem riscos associados a seguir uma dieta tão pobre em fibras, proteínas e gordura por um longo período de tempo.

O uso desta dieta, não é indicado por mais de 48 horas, pois o uso prolongado da dieta BRAT pode levar a desnutrição por ser de baixo teor energético, pois não contém níveis suficientes de:

  • proteínas
  • gorduras
  • fibras
  • vitamina A
  • vitamina B12
  • cálcio

Alimentos da dieta BRAT

Bananas. O primeiro passo do método BRAT é comer bananas, que são ótimas para indivíduos com diarreia, já que são alimentos leves e que não atacam o estômago. Além disso, são ricas em potássio, o que auxilia no combate à perda de nutrientes pela diarreia. Coma muitas bananas enquanto estiver evacuando fezes líquidas, mas não exagere, pois mais sintomas estomacais poderão surgir. Coma apenas o que conseguir para não ficar ainda mais doente.

  • As bananas verdes são as mais recomendadas, devido à riqueza de pectina em sua composição (5).

Arroz branco. O arroz é uma ótima e leve, fonte de amido, facilmente tolerado pelo estômago. Deve ser ingerido apenas cozido em água de forma simples e sem acompanhamentos, sal ou manteiga. Ingredientes extras podem irritar o estômago ainda mais, especialmente nos primeiros dias da diarreia (7).

  • Evite arroz integral. Devido à alta quantidade de fibras, esse tipo de arroz deixa as fezes ainda mais moles, piorando a diarreia (7).

Puré de maçã. O puré de maçã também é leve, mas possui açúcares naturais e é mais doce. Ele é de fácil digestão, mesmo quando o estômago está irritado. Em qualquer supermercado ou farmácia, é possível encontrar pequenos potes de puré de maçã, no entanto recomendo fazer o seu próprio, uma vez que basta simplesmente cozer a maçã com um pouco de água até esta se tornar num puré. E assim tem a garantia de que é livre de aditivos.

Alimentar-se de várias porções desse alimento por dia para ingerir calorias e acalmar o estômago (8).

  • Evite comprar os tipos adocicados de puré de maçã, já que a alta quantidade de açúcar pode deixar o estômago ainda pior.

Caso não goste de banana ou deseje obter potássio através de outros alimentos enquanto estiver acometido com diarreia, não faltam opções de comidas leves. Feijão branco, batata cozida com casca, damascos secos e abacate são excelentes fontes do nutriente, ajudando-o a recuperar-se da diarreia.

  • Coma tais alimentos apenas quando considerar o estômago apto a “aguentá-las”. Não é prudente comer algo que possa deixar o sistema digestivo ainda mais irritado

Torradas. Um dos alimentos mais leves que alguém pode comer é o pão, que é uma boa fonte de carboidratos simples, de fácil digestão quando o estômago está irritado. O pão sem glúten ou pão branco é a melhor escolha, já que o gosto é mais leve e possui menos fibras, dando mais consistência às fezes (9).

  • Evite colocar geleias com muito açúcar e manteiga na torrada. A manteiga possui elevada quantidade de gordura, enquanto as geleias irritam o estômago.

Como seguir a dieta BRAT

Diet BRAT - Banana, Arroz,Torrada e Puré de maçã

Existem diretrizes para seguir uma dieta BRAT fundamentada em estudos realizados, mas existem recomendações para um plano de 3 dias.

Nas primeiras 6 horas de indisposição, pode perder o apetite.

Dê um descanso ao estômago e espere para comer até que o vómito e a diarreia parem completamente. Durante este período de tempo beba água ou chá.

Isso ajudará a repor a água e os eletrólitos que foram perdidos em consequência da indisposição.

No segundo dia, comece a seguir a dieta BRAT. Esta dieta é limitante e não muito nutritiva, por isso não a deve manter para além do tempo que é necessário.

No terceiro dia após a doença, pode começar a adicionar lentamente alimentos mais nutritivos à sua dieta, se sentir vontade.

Comece com coisas como ovos cozidos, frutas e vegetais cozidos e carne branca, como frango ou peru.

O importante é seguir as dicas do seu organismo. Se comer muita variedade antes do tempo, seus sintomas podem retornar.

Modificações da dieta BRAT?

Modificações populares da dieta BRAT às vezes são recomendadas. Essas versões modificadas da dieta BRAT incluem a dieta BRATY, que adiciona iogurte à lista de alimentos, e a dieta BRATT, que adiciona chá.

Tipos da Diarreia

A diarreia é descrita com três ou mais dias com fezes moles ou aquosas. E uma infecção comumente pode causa diarreia aguda (10).

A diarréia é categorizada em aguda ou crónica e infecciosa ou não infecciosa com base na duração e tipo de sintomas. 

A diarreia aguda é definida como um episódio que dura menos de 2 semanas. Uma infecção causa mais comumente diarreia aguda. A maioria dos casos resulta de uma infecção viral e o curso é autolimitado.

 A diarreia crónica é definida como uma duração que dura mais de 4 semanas e tende a ser não infecciosa. As causas comuns incluem má absorção, doença inflamatória intestinal e efeitos colaterais de medicamentos.

Na diarreia bacteriana e viral, as fezes aquosas são o resultado de lesões no epitélio intestinal. As células epiteliais revestem o trato intestinal e facilitam a absorção de água, eletrólitos e outros solutos. As etiologias infecciosas causam danos às células epiteliais que levam ao aumento da permeabilidade intestinal. As células epiteliais danificadas são incapazes de absorver água do lúmen intestinal, resultando em fezes amolecidas. 

Os alimentos que devem ser evitados em casos de diarreia:

Produtos lácteos. O leite, natas, o queijo e gelados podem ser difíceis de digerir em casos de distúrbios gastrointestinais. No entanto, iogurte natural e kefir de leite são exceções, pois contêm bactérias benéficas que reduzem significativamente a lactose.

Açúcar. Alimentos com alto teor de açúcar, como bolos, biscoitos, refrigerantes, doces e chocolate podem piorar os sintomas.

Alimentos ricos em gordura e alimentos fritos. Podem ser difíceis de digerir e piorar a diarreia.

Álcool. O álcool é um diurético e pode causar desidratação. O álcool também pode irritar o estômago.

Cafeína.  bebidas de cola e chá preto, todos contém cafeína, que pode atuar como diurético leve.

Alimentos picantes. Estes podem irritar um estômago já sensível.

Adoçantes artificiais. Os edulcorantes, incluindo sorbitol e sucralose, podem causar diarreia em algumas pessoas.

Alguns legumes e feijões. Os vegetais, como brócolos, couve-flor e repolho, juntamente com todas as formas de feijão, tendem a causar gases intestinais e inchaço. Embora isso geralmente não seja motivo de preocupação, as pessoas com problemas gastro-intestinais devem evitar esses alimentos até que se recuperem.

Proteínas pesadas, como carne vermelhas, porco e salmão. A proteína é difícil de digerir e pode causar problemas adicionais no estômago, especialmente se tiver alto teor de gordura.

Se a diarreia persistir por mais de dois dias ou associada aos sintomas abaixo, deve consultar um médico:

  • Temperatura corporal elevada
  • For acompanhada por dor retal ou sangramento
  • redução da produção de urina
  • sede ou boca seca
  • sentir-se fraco ou com tonturas, esses podem ser sinais de desidratação.

Embora a dieta BRAT não seja apoiada como estratégia alimentar usual, bananas, batatas e grãos cozidos como arroz ou aveia podem ajudá-lo a se recuperar mais rápido em caso de uma alteração gastrointestinal, uma vez que deve apenas ser aplicada numa fase inicial. Desta forma alivia o organismo de forma que este recupere mais facilmente.

E assim que puder, faça uma dieta variada e equilibrada para restaurar seus níveis gerais de nutrição e energia.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.