Coentro, um alimento funcional

coentro

Sabia que…. o nome “coentro” (em inglês “coriander”) derivou da palavra grega Koris, que significa “bicho”?

Pode ter ficado com este nome devido ao cheiro desagradável a “bafio” que exala quando não está maduro.

O coentro é considerado tanto uma erva como uma especiaria, uma vez que quer as suas folhas quer as suas sementes são usadas como tempero. As folhas frescas do enterro lembram as folhas de salsa lisa italiana, um membro próximo da família. As sementes têm um sabor que é parecido com as casca de limão e salva. A semente de coentro moída é um ingrediente predominante no pó de caril, em certos tipos de cervejas belgas e outros pratos aromáticos. O coentro é muitas vezes usado comercialmente como ingrediente para melhorar o paladar de medicamentos. Também é usado para aromatizar gin, pickles e salsichas, e ainda, como componente de maquilagem e perfumes.

O uso de coentro remonta há mais de 7000 mil anos, tornando-o numa das mais antigas especiarias do mundo. É nativo das regiões Mediterrânea e Médio Oriente e encontra-se na Ásia há milhares de anos. Era usado como especiaria tanto na cultura Grega como Romana, sendo que esta ultima o usava para conservar carnes e aromatizar pães. As sementes e folhas de coentro foram muito usadas na Europa medieval pela sua capacidade de disfarçar o sabor e o cheiro da carne apodrecida.

Por que deve comer Coentro

O óleo volátil das sementes de coentro é rico numa série de fitonutrientes incluindo carbono, geraniol (também chamado rhodinol, possui um odor semelhante a rosa, para o qual é usado em perfumes), limoneno (usado pelas indústrias farmacêuticas e alimentícias como componente aromático e para dar sabor, de sabores artificiais de menta e na fabricação de doces e chicletes), borneol (encontrado na cânfora-de-bornéu ou preparado sinteticamente, é comumente utilizado na perfumaria), cânfora, elemol, linalol (utilizado a décadas pela alta cosmética). O coentro contém flavonoides incluido quercetina, kaempferol, ramnetina e epigenina e contém também compostos ativos de ácidos fenólicos, incluindo os ácidos cafeico e clorogénico, que têm demonstrado ajudar a combater o cancro, a diabetes e doença cardíaca. O coentro é uma fonte de ferro, magnésio e magnésio.

Cientistas analisaram o efeito do coentro combinado com outras especiarias na digestão e descobriram que a mistura de especiarias aumentava a actividade das enzimas digestivas do pâncreas e também estimulava o fluxo e secreção biliar.

Dicas de utilização do Coentro

  • As folhas frescas devem ter aspecto de muita frescura e ter uma cor verde escura. Devem ser firmes, estaladas e sem partes amarelas ou castanhas.
  • compre sementes de coentro inteiras em vez de em pó, uma vez que em pó perdem o aroma mais rapidamente.
  • Quer as sementes quer o pó devem ser conservados num frasco de vidro com tampa hermética num lugar seco e escuro. As sementes de coentro em pó devem durar cerca de seis meses, e as sementes inteiras deverão manter-se frescas por cerca de um ano.
  • O coentro fresco deve ser sempre conservado no frigorífico, e devem durar por volta de três dias.
  • Adicione sementes de coentro as sopas, caldos e peixe.
  • E utilize o coentro em pó na mistura para panquecas e waffles dá-lhes um sabor a Médio Oriente.

Informação Nutricional 

Disponível em, https://insa.foodcase.ch/foodcomp/food?667 – na tabela da composição dos alimentos, do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

Acrescente o Coentro aos seus pratos !!!

olhe por a sua saúde…..

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.