6 alimentos que podem prejudicar a dieta

Até mesmo as comidas consideradas “saudáveis” pedem consumo moderado, para quem quer perder peso

A mudança dos hábitos alimentares é um dos fatores principais para ter sucesso na dieta. Exige que se consuma mais frutas e legumes, priorize alimentos mais nutritivos e faça escolhas mais saudáveis, reduzindo o consumo de açúcares e gorduras, e os resultados são compensadores. Bastam pequenos ajustes para sentir a diferença no corpo, para as roupas ficarem mais largas e sentir mais disposição.

O esforço costuma surtir efeito na maioria dos casos, mas quando o ponteiro da balança emperra, as pessoas questionam-se no que estavam a fazer mal.

Mas ja pensou que a resposta pode estar na sua lista de compras ou opções?

1. Granola

Este mix de cereais, frutas secas e sementes leva fibras e vitaminas que dão saciedade e energia, mas também contém açúcar. Invista na versão diet/light da mistura. Ou faça a sua própria granola, não têm nada mais fácil! mas se optar por uma de compra, esteja atenta a sua composição e inspecione o teor de açúcar e gordura que têm antes de comprar.

granolaAs granolas mais saudáveis não devem conter mais que 400 calorias para cada ¼ de copo, cerca de 30 gramas.

Opte por comer ao pequeno almoço principalmente para ganhar mais disposição, saciedade e energia e ainda vai ter um dia inteiro para gastar as calorias consumidas.

2. Água de sabor (não natural)

Beber água para hidratar o corpo é essencial para a nossa sobrevivência e para a dieta. A água nutre as células, desintoxica o organismo, faz os rins e intestino trabalhar melhor. O ideal é beber até 2 litros de líquidos por dia.

As águas de sabores entraram muito recentemente no mercado mas o seu crescimento de adeptos é notório pela variedade de sabores que tem vindo a ser lançadas no mercado. Há quem opte por estas águas para fugir dos refrigerantes ou por que simplesmente não gosta de beber água ao natural. A conhece que, estas águas comerciais contém aditivos, adoçantes e, às vezes, até açúcar.

No entanto não há nada mais fácil do que fazer a sua própria água de sabor, podendo variar os sabores, aproveitando o que tem em casa e assim sabe exactamente o que a sua água contém.

Deixo algumas opções:

água sabores

 

3. Saladas perigosas

A salada costuma ser uma opção leve e refrescante para os dias de verão, e para quem quer perder peso, No entanto as saladas temperadas com molhos prontos, maionese, queijos, azeitonas e croutons devem ser evitadas porque costumam ter um aporte calórico muito alto, assim como também gorduras saturadas.

Uma opção mais saudável é um prato de salada de folhas verdes, tomate, pepino, temperada com molho de iogurte desnatado e acompanhada de uma proteína mais leve, como o peito de frango ou peixe grelhado.

4. Comida japonesa

Um dos alimentos que as pessoas mais gostam da culinária japonesa é o sushi. Apesar de ser feito com alga, vegetais e frutos do mar, o alimento tem a base de arroz e, às vezes, recheios calóricos como o cream cheese. Sem contar nas apresentações fritas. O sushi têm entre 20 e 45 calorias cada peça, mas o problema é que come-se muito de uma vez só. Aqui recomenda-se muita moderação.

japonesa

O que deve ser evitado

  • Guioza

Massa à base de farinha de trigo, recheada com um refogado de carne de porco, vaca ou frango, acelga, cebolinha japonesa, temperada com muito shoyu e sal.

O guioza, além do carboidrato presente na massa, têm a agravante de ser frito. E o seu valor calórico é de aproximadamente 80 calorias por unidade.

  • Tempurá

Esse prato é antagônico, nutricionalmente falando. Tem vegetais ou frutos do mar como ingrediente principal; no entanto, são panados numa mistura de farinha de trigo com água, e de seguida fritos em óleo, por imersão. Cada tempurá, dependendo do tamanho, pode chegar a 70 calorias por unidade.

  • Temaki 

As armadilhas poderão vir de alguns ingredientes variados.TEMAKI

Por ser feito de arroz, e então os carboidratos aumentam muitas calorias adicionais a esse prato. Há vários recheios para os temakis, os mais comuns são salmão, atum, e kani, mas a atenção maior deve estar em alguns acompanhamentos. Como cream cheese, maionese, além do tradicional molho shoyu. Dependendo do peixe escolhido, as calorias do temaki varia entre 144 a 197 calorias.

  • Hot roll

Embora o nome seja inglês, o hot roll é nada mais do que sushi panado e frito, ou seja, uma bomba calórica. Cada unidade tem em média 90 calorias.

  • Shoyu 

Esse molho, deve ser usado com muita moderação. Contém sódio em excesso, e consequentemente provocará retenção de líquidos e inchaço.

Antes de mergulhar os alimentos nesse molho, saiba que o seu valor calórico, em média, apresenta 20 calorias para cada colher de sopa.

5. Refrigerante light ou zero

Os refrigerantes desse tipo podem até não possuem calorias, mas tem um outro elemento que causa preocupação: o adoçante.

Adoçantes artificiais têm um sabor mais intenso que o açúcar natural, o que leva, ao longo do tempo, a perda do paladar. Os adoçantes têm o mesmo efeito no corpo que o açúcar no sentido de aumentar a produção de insulina. A insulina manda a mensagem ao corpo para armazenar gordura. Ou seja, isso leva ao aumento de peso, mesmo que o refrigerante tenha menos calorias.

6. Barras de cereais

diet_barras

As barras de cereais são ótimas opções para os lanches intermediários. Qualquer barra de cereal engorda, quando ingeridas em excesso, pois contém açúcar e muitas contêm chocolate e bastantes calorias. Mas a função de uma barrinha de cereal, é ser parte das refeições do dia, auxiliar no controle de apetite e em dietas. Se forem consumidas de forma moderada, estarão desempenhando o seu papel, e não trazem problemas à saúde, como aumento de peso.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.