O que é uma sopa? “alimento composto de caldo, mais ou menos líquido, geralmente com legumes sólidos cortados em pedaços pequenos, que se toma normalmente no princípio da refeição”. É assim que a sopa de legumes é descrita pelo Dicionário de Língua Portuguesa.

A sopa de legumes deve ser consumida diariamente ao início do almoço e jantar, sendo um imprescindível contributo para atingir as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Tem vindo a ser demonstrado que a sopa é um tipo de confecção que fornece os nutrientes necessários ao funcionamento do organismo em quantidades significativas, principalmente a nível de fibra, vitaminas (do complexo B, C e beta-caroteno) e minerais (principalmente cálcio, potássio e ferro), sendo ainda de baixo aporte calórico.

A sopa além de ser altamente nutritiva, possui um elevado teor em água, tendo por isso uma grande capacidade hidratante e também é de fácil digestão.

As sopas variam bastante o seu teor em calorias dependendo dos alimentos que possui na sua composição.

No entanto, devemos sempre fazer a ressalva que as sopas instantâneas não têm valor nutritivo e possuem um elevado teor em sal, não sendo por isso a melhor escolha a fazer.

Muitas vezes são adicionados ingredientes à sopa como farinha, natas, croutons, que além de terem pouco valor nutritivo, vão promover um elevado valor calórico e gordura.

Caldos como a canja ou a sopa do cozido à portuguesa, por exemplo, são um engano. Parecem muito ligeiros e inofensivos, mas contêm elevados teores em gordura libertada durante a cozedura da carne. Além disso geralmente possuem massinhas, que ao serem hidratos de carbono, o seu valor nutricional e valor calórico difere muito dos vegetais, sendo muito mais calóricas.

Que ingredientes colocar na sopa:

Água – Além de ser o principal ingrediente da sopa, para ficar com a consistência liquida, é também o principal composto dos vegetais.

O consumo de sopa contribui também para a ingestão diária de água, promovendo os níveis de hidratação do organismo.

Vegetais – Abrange todo o tipo de hortaliças e vegetais, desde repolhos a raízes (cenoura e cebola). A batata é um tubérculo e como tal não se enquadra neste grupo.

Sal – Utilizado para dar mais sabor à sopa, no entanto deve ser usado com moderação devido à estar associado á elevação da tensão arterial. Tente colocar cerca de 1g de sal por cada 5 porções de sopa. Evite a adição de caldos instantâneos pois além de conferir mais sabor á sopa vai aumentar o teor em sal e também gordura.

Pode optar pelas ervas aromáticas, que dão um sabor muito agradável e sem o aumento de sal.

Azeite – É considerado uma gordura saudável pelo sua composição ser maioritariamente ácidos gordos monoinsaturados, apresentando benefícios para a saúde, principalmente prevenção de doenças cardiovasculares.

No entanto, e como todas as gorduras, possui um elevado teor calórico e por isso deve ser consumido em quantidades moderadas para não ter um efeito indesejável.

O ideal será adicionar o azeite apenas no final da cozedura da sopa, após ter desligado a fonte de calor. Utilize 1 colher de sopa de azeite por cada 5 porções de sopa.

5 Razões para incluir a sopa na sua alimentação:

Aumenta a digestibilidade dos alimentos presentes, facilitando a digestão e absorção dos nutrientes;

1Aproveitamento dos nutrientes que se dissolvem na água de durante o processo de cozedura;

2É de fácil confecção, conservação e ingestão, mesmo em pessoas com dificuldade em mastigar os alimentos

3Diminui o apetite. O elevado teor em fibra dos vegetais presentes na sopa confere uma maior sensação de saciedade. Isso vai levar a uma redução das quantidades ingeridas durante o prato principal.

4Possibilita a ingestão de uma maior variedade de vegetais na mesma refeição, levando a uma maior variedade nutricional

5Em suma, a sopa é um prato intrínseco na gastronomia e cultura portuguesa e por isso é fundamental manter e incutir o hábito de ingerir a sopa diariamente e deve fazer sempre parte de uma alimentação equilibrada. É um prato bastante versátil e fácil de adaptar ao gosto individual, à cultura e ao clima de cada região. Aliando a isso, ainda apresenta inúmeros benefícios para a saúde, pelo seu elevado valor nutricional e baixo valor calórico.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.